5 dicas para viver melhor no imóvel alugado

É cada vez mais comum que pessoas optem por viver de aluguel ao invés de comprar um imóvel. Os motivos para essa decisão são os mais diversos: a mobilidade oferecida pelo aluguel, a consciência sobre os juros dos financiamentos, a preferência em investir o dinheiro ao invés de colocá-lo todo em um imóvel.

Nós sabemos que viver de aluguel, embora tenha suas indiscutíveis vantagens, também apresenta dificuldades. Por isso apresentaremos 5 dicas para tornar essa experiência o melhor que ela pode ser!

1- Escolha uma boa imobiliária

high angle shot of suburban neighborhood
Foto por David McBee em Pexels.com

Embora nos preocupemos muito com o imóvel a ser alugado, a escolha da imobiliária pode causar ou poupar inúmeras dores de cabeça no futuro. Como em todos os segmentos, algumas empresas pensam apenas no lucro e esquecem de prestar o devido serviço a ambas as partes – locador e locatário. Vemos muitas imobiliárias que têm como preocupação principal tirar o máximo de dinheiro do inquilino e poupar o proprietário do imóvel de qualquer despesa.

Por isso, comece sua pesquisa pela imobiliária: converse com conhecidos, peça referência e as siga! Procure uma imobiliária que cuide dos locatários como cuida dos locadores, que preste assistência e esteja sempre aberta a conversar com o proprietário e chegar a uma solução em comum.

2- Escolha um bom proprietário

person holding silver keys
Foto por Anete Lusina em Pexels.com

Talvez tão importante quanto escolher a imobiliária é alugar um imóvel de quem quer, de fato, alugar. Muitas vezes nos interessamos por um imóvel que requer algumas benfeitorias mas o proprietário se recusa em fazê-las. Se esse for o caso daquele apartamento no qual você está de olho, dê o fora.

Um bom locador é aquele que vê o imóvel como investimento e não com apego. Por isso, se ele se recusa a fazer melhorias básicas, como colocar box no banheiro ou trocar o carpete (que provavelmente não tem menos de 20 anos), é sinal de que fará corpo mole quando o imóvel precisar de um reparo.

Pergunte ao corretor a situação do locador, se ele tem mais imóveis, se já morou no imóvel ou tem intenção de morar. Já vimos absurdos como proprietários que se negavam a instalar armários nos banheiros porque queriam morar lá no futuro e não queriam usar os móveis desgastados.

Também fuja dos imóveis com mais de um proprietário, em que duas ou mais pessoas precisam entrar em acordo antes de realizar qualquer gasto. Procure locadores que aceitem negociar preço, realizar as benfeitorias necessárias e que priorizem ter o apartamento locado o maior tempo possível.

Ah, e nem precisamos falar sobre imóveis alugados direto com o proprietário, né? Se você prioriza sua saúde mental, fique longe deles!

3- Decore

brown wooden center table
Foto por Skitterphoto em Pexels.com

Muitas vezes temos receio em investir na decoração de um imóvel alugado, pois não sabemos por quanto tempo continuaremos ali. Por outro lado, financeiramente (e psicologicamente) sentimos o maior benefício de alugar um imóvel quando ficamos bastante tempo nele; por isso, assim como não faz sentido gastar muito dinheiro em decoração que não conseguiremos carregar, também não é nada bom vivermos infelizes com o nosso ambiente.

Assim, é preciso aceitar que algum dinheiro deve sim ser gasto na decoração do imóvel alugado, a fim de nos sentirmos satisfeitos e vivermos lá pelo máximo de tempo (já que o desejo de se mudar ao término de cada contrato só vai gastar o seu dinheiro e prejudicar sua saúde mental).

O segredo para decorar imóveis alugados é gastar pouco e em itens “removíveis”, que possam ser transportados depois. O DIY é uma ótima forma de tornar o seu imóvel alugado num local mais agradável de se viver. Você encontra facilmente muitas dicas pela internet! Vá fundo, pesquise e transforme seu imóvel alugado num local lindo!

4- Encontre soluções

crates mounted on wall
Foto por Lisa Fotios em Pexels.com

É verdade que, além da decoração, não podemos investir muito em itens funcionais que às vezes nos fazem muita falta. Isso não significa, porém, que nada possa ser feito. O importante é ter em mente o mesmo que apontamos para a decoração: peças removíveis que possam ser transportadas. Assim, se faltam armários na cozinha, podemos improvisar com prateleiras ou até mesmo uma estante que em outro imóvel servia para livros.

Nosso dia a dia exige praticidade e recursos que nos poupem tempo, então não deixe de lado as suas necessidades. Improvise, reutilize móveis de outros cômodos e se jogue no DIY e na nossa conhecida “gambiarra” para que a frustração com uma atividade do dia a dia não se torne motivo para se mudar logo. Se for preciso, aposte em móveis modulares que poderão ir embora com você no futuro, mas não fique sofrendo com a falta de recursos básicos para atividades corriqueiras.

5- Construa boas relações

two person shaking each others hands
Foto por rawpixel.com em Pexels.com

No final das contas, temos que nos lembrar de que estamos vivendo em um imóvel que pertence a outra pessoa e precisamos respeitá-lo. Construir uma boa relação com proprietário e imobiliária é fundamental e será recompensado com o passar dos anos, por isso não seja aquele tipo de inquilino que acha que tem direito a tudo. Não brigue por pequenos reparos, ainda que você ache que o proprietário é quem deve pagar.

Arrumar o chuveiro você mesmo ao invés de brigar por isso pode te permitir uma renegociação muito melhor ao término do contrato, já que você será visto como um ótimo inquilino. Não queira ganhar sempre e deixe para entrar em contato com a imobiliária quando você tiver um problema real nas mãos. Isso te fará ser muito querido(a) por todos e ter suas necessidades atendidas de forma muito mais eficaz.

people on christmas tree at home during winter
Foto por freestocks.org em Pexels.com

Além disso, não se apegue ao imóvel alugado a ponto de não aceitar sair dele, mas, enquanto você estiver lá, trate-o como seu lar. Por isso, invista como puder em objetos que possam ser levados embora, mas que contem um pedaço da sua história de vida. Mantenha o imóvel bem cuidado, bonito e invista em soluções práticas para que o seu dia a dia lá seja o melhor possível. Morar de aluguel não precisa ser um sofrimento; pode ser um ato de liberdade, de alguém que está aberto a possibilidades, mas que não deixa de viver o momento presente e de ser feliz agora, onde está.

Gostou desse post? Curta, compartilhe e deixe sua dica nos comentários!

2 comentários sobre “5 dicas para viver melhor no imóvel alugado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s