Quanto vale o seu dinheiro?

Há um bom tempo nós começamos a nos desacostumar com o dinheiro físico. O produto que antes equivalia a várias notas passou a ser comprado por um cheque que era preenchido e assinado. Do cheque fomos ao cartão, que hoje é apenas inserido numa maquininha que exige uma mísera senha de 6 dígitos. E assim perdemos a noção do que é o dinheiro e de seu valor.

Hoje também temos crédito fácil: cartão de crédito, cheque especial, financiamentos. Parcelamos nossas contas facilmente e não precisamos de dinheiro na mão para comprar quase nada. Por isso é cada vez mais urgente que paremos para pensar: quanto vale o meu dinheiro?

Conhecendo o valor do dinheiro

pexels-photo-374897.jpegDinheiro normalmente é a recompensa por um trabalho. Talvez o dinheiro que você usa venha do seu próprio trabalho ou talvez do de outra pessoa: dos seus pais, do seu cônjuge ou até dos seus antepassados que conseguiram juntar uma quantia grande que hoje te gera renda. A questão é que, para ganharmos dinheiro, temos que dar algo em troca. Isso significa que o dinheiro tem um valor além do que mostra o número na nota (ou o saldo no banco): ele vale o esforço que despendemos para ganhá-lo.

E se o dinheiro que ganhamos tem um valor além do nominal, o mesmo ocorre com o dinheiro que gastamos. É por isso que precisamos, antes de comprar qualquer coisa, analisar seu real valor. Esse valor varia de pessoa para pessoa e para calcularmos, precisaremos fazer uma continha, mas eu prometo que será muito simples.

A conta

Digamos que você tenha um salário de R$2.000 e trabalhe em média 20 dias por mês. Se dividirmos o seu salário pelos dias trabalhados, chegaremos à conclusão de que você ganha R$100 por dia. Se você ganha R$100 por dia e a sua jornada de trabalho diária é de 8 horas, dividimos um pelo outro e descobrimos que a sua hora de trabalho corresponde a R$12,50.

Já deu para entender, né? Isso significa que para você comprar um produto que custa “só” R$12,50 você precisa trabalhar uma hora. Também significa que quando você compra algo que custa R$100 você está entregando em troca daquele bem um dia inteiro de trabalho.

Dá para ficar pior?

pexels-photo-259165.jpegClaro que dá! Quando pensamos em pagar juros essa conta fica ainda pior, já que você dará parte do seu trabalho e esforço (também conhecido como seu rico dinheirinho) em troca de um adiantamento. E isso só porque você não pôde esperar para adquirir aquele bem (por ansiedade ou porque não se preparou para um imprevisto).

De repente tudo parece muito mais caro, né? Ganhamos dinheiro através do trabalho, do esforço, do tempo. Muitos de nós passam a maior parte da própria vida trabalhando, trocando seu tempo e esforço por dinheiro. E esse é o valor dele: muito suor. Cada centavo gasto é uma parte da vida de alguém que é trocada por bens.

Ou seja…

pexels-photo-407237.jpeg Isso significa que você não deve mais gastar dinheiro? Que toda compra é ruim? É claro que não! Se vamos trocar nosso tempo e esforço por bens, vamos nos certificar de que esses bens nos sejam verdadeiramente úteis e aumentem nossa qualidade de vida, inclusive para tornar mais fácil o ato de trabalhar e conseguir ainda mais dinheiro.

Por isso o consumo de valor é mais do que consumir menos: é também honrar nosso tempo, nossa saúde e tudo o que sacrificamos pelo trabalho. É valorizar a nossa vida e nós mesmos.

2 comentários sobre “Quanto vale o seu dinheiro?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s