O que é DIY e sua relação com o consumo de valor

O Do It Yourself (faça você mesmo) é um estilo de vida que alcança um número cada vez maior de adeptos. Com o objetivo de incentivar a criação, pessoas habilidosas disponibilizam tutoriais e constroem blogs e canais para nos ensinar o passo a passo de projetos variados. Apesar do objetivo final ser sempre a construção de algo concreto, é durante o processo que colhemos os maiores benefícios. Listamos alguns para você.

Incentiva o autoinvestimento

pexels-photo-914916.jpegO gasto com autoinvestimento é provavelmente o melhor que podemos fazer. Pessoas que se baseiam no ser e não no ter têm como objetivo maior o desenvolvimento pessoal nas diversas áreas da vida, para que se sintam cada vez mais completas e felizes. Sabemos que para construir qualquer coisa precisamos desenvolver uma série de habilidades que agregam valor a quem somos. Essas habilidades, mais do que qualquer produto que possamos comprar, sempre nos acompanharão, podendo ser aprimoradas e até gerar renda no futuro.

Gera autoconhecimento

pexels-photo-592940.jpegMuitas vezes começamos um projeto DIY sem saber ao certo do que se trata. Seguimos os tutoriais, vamos atrás dos materiais e na hora de colocarmos a mão na massa… descobrimos que somos melhores do que pensávamos! Muitas pessoas têm talentos que nunca foram revelados e passam a vida se sentindo inúteis. Todos temos facilidades com certas atividades, mas se nunca experimentarmos coisas diferentes, elas continuarão escondidas. A beleza do faça você mesmo é que, mesmo que não descubramos nenhuma grande habilidade, na maioria das vezes nos surpreendemos com o que somos capazes de fazer quando nos comprometemos. Os processos de criação nos mostram muitas de nossas facetas até então desconhecidas e evidenciam nosso pontos fortes e fracos, aumentando nosso autoconhecimento e nos ajudando na nossa jornada.

Ajuda a economizar

numbers-money-calculating-calculation.jpgFrequentemente nos deparamos com o descolamento entre os valores real e monetário dos produtos. Objetos simples e de baixa qualidade são vendidos por preços abusivos, utilizando-se da falta de habilidade da maioria das pessoas e do apelo de marca dos produtos industriais. Felizmente podemos encontrar inúmeros tutoriais e dicas de projetos DIY na internet disponibilizados gratuitamente. Tudo isso nos possibilita criar produtos que desejamos e que acrescentarão à nossa vida gastando muito menos.

Ajuda a valorizar as diferenças

pexels-photo-697244.jpegNa tentativa de construir coisas novas entramos em contato com nossas fraquezas e facilidades e percebemos que nem todos são como nós. Entendendo o grau de dificuldade de atividades que antes imaginávamos simples, valorizamos as pessoas que as fazem e entendemos que cada habilidade e cada atividade tem seu valor. Compreendemos que a pluralidade das pessoas é o que faz com que tenhamos tantas coisas diferentes e belas no mundo.

Ou seja…

pexels-photo-730807.jpegA criatividade e as habilidades pessoais são mais valiosas do que qualquer produto que possamos comprar. O DIY incentiva o consumo de valor à medida que possibilita a criação, por qualquer um de nós, de objetos funcionais, personalizados e com real valor. Nos esforçando, assumindo compromissos, nos conhecendo e ainda economizando, temos a oportunidade de sermos cada dia melhores praticando o DIY.

3 comentários sobre “O que é DIY e sua relação com o consumo de valor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s